http://aprs.fi/ veja o site e procure o indicativo CU7AX http://srv1.intermar-ev.de/karte/karte.html http://www.findu.com/cgi-bin/winlink.cgi?call=CU7AX ver posição permanente do HEMINGWAY http://www.positionsreport.de/php/enterTrack.php?callSign=CU7AX
Segunda-feira, 9 de Março de 2015
Atenção às erupções solares: já estão a causar falhas nos sinais de rádio

FONTE: http://tek.sapo.pt/

Atenção às erupções solares: já estão a causar falhas nos sinais de rádio

 

A atividade do Sol é acompanhada de forma próxima pelo site Space Weather que relata a identificação de uma nova erupção solar que está a afetar as comunicações de rádio.

 

Uma mancha solar foi identificada e está a gerar várias erupções, sendo que a mais poderosa, da classe M9, foi registada no sábado e já está a produzir interferências em sinais de rádio na zona do pacífico.

O site Space Weather acompanha toda a atividade de forma muito próxima e regista as erupções solares, mantendo um alerta para novas ocorrências.

Imagens e dados da atividade solar podem ser vistos no site, onde é possível também subscrever alertas e a newsletter.

No site pode ainda verificar o alerta da NOAA que estima a existência de 40 a 45% de possibilidades de tempestades geomagnéticas este fim de semana com ventos solares intensos que afetam o campo magnético da Terra e podem dar azo a auroras boreais.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

SOLAR.jpg

 



publicado por www.youtube.com/malgatodemateus às 11:53
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 18 de Maio de 2011
GENUÍNO ALEXANDRE GOULART MADRUGA COM DUAS VOLTAS AO MUNDO À VELA E EM SOLITÁRIO LANÇA LIVRO - (VER CAPA DO LIVRO NO FINAL DO POST)

 

 

 

 

 

 

A Ver Açor Editores vai lançar no próximo dia 20 do mês de Maio do ano 2011, pelas 19h00, no mítico café “Peter Café Sport” http://www.petercafesport.com/ a primeira edição do livro da autoria de Genuíno Madruga “Genuíno Madruga – O Mundo Que Eu Vi”. A apresentação do autor será feita pelo Dr. Fernando Menezes e o livro será apresentado pelo Dr. Luís Prieto.

A Filarmónica Unânime Praiense honrará com a sua actuação, esta cerimónia.Genuíno Madruga foi o décimo velejador mundial e o primeiro português a dar a volta ao mundo em solitário, dobrando o Cabo Horn do Atlântico para o Pacífico, numa viagem com a duração de dois anos.Deve referir um facto marcante da viagem, pelo seu significado histórico, a recepção de Genuíno em Timor, feita pelo Prémio Nobel da Paz e Presidente da República de Timor, Ramos Horta, que aquando da sua partida, fez questão de se deslocar ao “Hemingway” desejando-lhe a continuação de boa viagem.É sem dúvida um feito que honra Genuíno Madruga, os Açores e Portugal.Fernando Ranha, o editor, diz a respeito deste livro: “É sem dúvida uma obra fascinante através do relato, em texto e imagem, da viagem que nos leva por esse Mundo desconhecido para a maioria de nós, mas que Genuíno, magistralmente nos revela. Este livro será lançado em todas as ilhas dos Açores, a nível nacional no Museu da Marinha e também nos EUA, Canadá e Brasil.Estará no circuito comercial, habitual da Ver Açor, em todas as ilhas dos Açores e nas FNAC’s e BERTRAND’s a nível nacional.Apraz-nos registar as inúmeras solicitações que chegam a Genuíno Madruga para falar sobre a sua viagem e apresentar o livro. A editora estará sempre ao lado do autor.
FONTE DO TEXTO: INTERNET COM REVISÃO E MELHORAMENTOS ELABORADOS POR Luís Manuel Costa do Rosário, webmaster e autor do blog http://voltasaomundo.blogs.sapo.pt/




publicado por www.youtube.com/malgatodemateus às 23:50
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 3 de Junho de 2010
JESSICA WATSON AUSTRALIANA DÁ A VOLTA AO MUNDO EM SOLITÁRIO COM 16 ANOS


publicado por www.youtube.com/malgatodemateus às 15:24
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 2 de Junho de 2010
PRIMEIRO ANIVERSÁRIO DA CHEGADA DO HEMINGWAY DA SEGUNDA VOLTA AO MUNDO EM SOLITÁRIO

Genuíno Madruga
Navegador açoriano com duas Voltas ao Mundo à vela e em solitário
28 Outubro 2000 - 18 Maio 2002 (Passagem pelo canal do Panamá)
25 Agosto 2007 - 6 Junho 2009 (Passagem pelo Cabo Horn no sentido Este-Oeste)

Site actualizado em: 31 Maio 2010
Envie-nos um e-mail com referência a Genuíno Madruga para ser informado das actualizações
Contactos do navegador: Telem.(+351) 91 928 24 23 E-mail: genuino@genuinomadruga.com



1º Aniversário Chegada do Hemingway
2ª Volta ao Mundo

 

 Domingo, dia 6 de Junho de 2010, na Marina da Horta, em frente ao Clube Naval, em comemoração ao primeiro aniversário da chegada da 2ª Volta ao Mundo o veleiro Hemingway estará disponível para visita:

 

9h às 12h – Agrupamentos de Escuteiros Ilha do Faial

14h às 16h30min – Público em geral

17 às 19h – Entidades e convidados

19h30min – Grupo de Apoio



publicado por www.youtube.com/malgatodemateus às 12:36
link do post | comentar | favorito
|

PRIMEIRO ANIVERSÁRIO DA CHEGADA DO HEMINGWAY DA SEGUNDA VOLTA AO MUNDO EM SOLITÁRIO

 

Domingo, dia 6 de Junho de 2010, na Marina da Horta, em frente ao Clube Naval, em comemoração ao primeiro aniversário da chegada da 2ª Volta ao Mundo o veleiro Hemingway estará disponível para visita:


 

Genuíno Madruga

Navegador açoriano com duas Voltas ao Mundo à vela e em solitário

28 Outubro 2000 - 18 Maio 2002 (passagem pelo canal do Panamá)

25 Agosto 2007 - 6 Junho 2009 (Passagem pelo Cabo Horn no sentido Este-Oeste)

 

1º Aniversário Chegada do Hemingway

2ªVolta ao Mundo

 


 

Genuíno Madruga


Domingo, dia 6 de Junho de 2010, na Marina da Horta, em frente ao Clube Naval, em comemoração ao primeiro aniversário da chegada da 2ª Volta ao Mundo o veleiro Hemingway estará disponível para visita:


9h às 12h – Agrupamentos de Escuteiros Ilha do Faial

 

14h às 16h30min – Público em geral

 

17 às 19h – Entidades e convidados

 

19h30min – Grupo de Apoio



 

 



publicado por www.youtube.com/malgatodemateus às 11:47
link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 1 de Agosto de 2009
RÁDIO NACIONAL - RÁDIO PÚBLICA DA ARGENTINA COM VÁRIAS EMISSÕES AO VIVO

http://www.radionacional.com.ar/



publicado por www.youtube.com/malgatodemateus às 11:44
link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 28 de Junho de 2009
COMO DAR A VOLTA AO MUNDO...

A princípio, a idéia de arrumar as malas e sair pelo mundo sem lenço e com pouco documento assusta, ao mesmo tempo em que atrai. Conhecer pessoas de culturas e nacionalidades diferentes, estar em um hotel ou albergue a cada semana, experimentar comidas exóticas, viver intensamente...Sonho? Não, realidade. Pelo menos para o estudante de Direito Felipe Silva Ferreira, 22 anos, que literalmente "caiu no mundo" junto com mais cinco amigos e visitou 27 países em oito meses.

A idéia de viajar pelo mundo surgiu após um intercâmbio nos Estados Unidos, ao participar do programa de Trabalho Remunerado para Universitários no Exterior (True), da World Study Educação Intercultural, no final de 2005. Lá, Felipe conheceu outros jovens com o mesmo desejo e, juntos, começaram a planejar a odisséia.

Para juntar dinheiro, Felipe e os amigos retornaram aos Estados Unidos em 2006 para trabalhar. "Eu já tinha algumas economias. E, nessa segunda viagem, escolhi ser garçom de um cassino por causa das gorjetas", relembra o jovem. Antes de partir, uma rápida passada pelo Brasil para se despedir da família, trancar a faculdade e organizar tudo o que precisava.

A volta ao mundo teve início nos Estados Unidos em junho de 2007. De lá, os amigos partiram para Bahamas, Cuba, Marrocos, Espanha, Bélgica, França, Holanda, Itália, Alemanha, Turquia, Grécia, Croácia, Hungria, Eslováquia, Polônia, África do Sul, Egito, Índia, Tailândia, Malásia, Austrália, entre outros países. A viagem terminou em fevereiro de 2008, com o retorno ao Brasil.

Apaixonados por surf, dos oito meses que passaram viajando, pelo menos dois foram percorrendo as praias paradisíacas da Tailândia e da Indonésia. "Na Europa e na África, ficamos no máximo sete dias em cada país. O nosso maior objetivo maior era surfar nas praias da Ásia", afirma Felipe.

Imprevistos
Embarcar em uma aventura como a de Felipe não é tão simples. Não basta ter ânimo e uma mochila nas costas. Para tornar a viagem possível, é bom fazer economia e não sair gastando tudo na primeira feira livre que vir pela frente. "Sempre dormíamos em albergues e pegávamos conduções nos horários mais baratos. A comida também não é cara, principalmente nos países asiáticos", ensina o estudante, que também optava por baladas e festas com entrada liberada.

Outro quesito importante para a viagem é o idioma. Nos países de língua não-inglesa, como boa parte da Europa e Ásia, a comunicação com os turistas é feita basicamente em inglês. Por isso, ter uma boa noção da língua para pedir informações é fundamental.

Além desses pré-requisitos básicos, para a viagem dos seus sonhos não se transformar em um pesadelo, é preciso muito jogo de cintura. Mala extraviada no aeroporto, burocracia e dificuldades de comunicação são alguns dos perrengues que, às vezes, fazem parte do pacote. "Nem tudo vai sair como o planejado. Às vezes, esperamos demais de algum lugar e, quando chegamos, não era nada daquilo. Mas também há muitas surpresas agradáveis pelo caminho. O importante é saber lidar com os imprevistos", avalia Felipe.

Mochileiros, uni-vos!
Quer viajar e não tem companhia? Não desanime. Há milhares de mochileiros espalhados pelo mundo a procura de um parceiro para as suas aventuras. O fórum virtual Mochileiros, por exemplo, é um ponto de encontro de brasileiros que planejam viagens para diversas partes do mundo. No fórum, mochileiros de primeira viagem têm acesso a diversas dicas sobre como arrumar a mala, equipamentos necessários, dicas de segurança, além de relatos de diversas viagens interessantes.

Outra opção para quem não sabe por onde começar a planejar a sua viagem são os blogs e sites de mochileiros experientes. A jornalista Raquel Verano, que mora no exterior desde 2005 e partiu para sua primeira volta ao mundo em outubro, mantém um site com dicas valiosas sobre viagens e curiosidades sobre os lugares por onde passa. Já no blog do estudante Felipe Silva Ferreira, o jovem conta todos os fatos marcantes de sua passagem por 27 países.

Bilhete de volta ao mundo
Se você quer viajar pelo mundo com um pouco mais de conforto, organização e segurança, vai uma dica: já existem empresas aéreas especializadas em programar roteiros para quem deseja viajar por um longo período. Essas empresas atuam juntas, na modalidade de pools. Isso porque uma única empresa não oferece vôos para todos os países.

Mas, para adquirir a passagem de volta ao mundo, deve-se estar atento para algumas regras: as passagens têm validade de um ano, e o trajeto deve começar e terminar no mesmo país. Cada empresa determina um número mínimo e máximo de milhas, o que vai determinar o preço dos bilhetes. Outra regra é sempre voar na mesma direção, para dar efetivamente a idéia de uma "volta ao mundo".

A Star Alliance é a mais antiga a oferecer esse serviço. No seu bilhete de volta ao mundo, precisa constar todos os trechos percorridos, e a empresa que vai emitir o bilhete deve ser a mesma que irá fazer o primeiro vôo intercontinental. Já na One World, o primeiro vôo precisa ter data definida, mas os demais podem ficar em aberto. Na Sky Team é preciso fazer um vôo sobre o Atlântico e sobre o Pacífico, e cada mudança de roteiro acarreta multa.

Confira alguns detalhes sobre como funcionam essas empresas:

Star Alliance
Agrega as maiores empresas aéreas do mundo, como a United Airlines e a Air China. É mais indicada para quem quer focar sua viagem no continente asiático. No site da empresa, é possível fazer a simulação de rotas e calcular os preços.

One World
Cobre cerca de 700 cidades em todo o mundo. É a única que oferece como opção as ilhas do Pacífico. No site da empresa, também dá para fazer simulações de rotas e preços.

Sky Team
É uma boa opção para quem quer conhecer o Leste Europeu, já que entre as empresas agregadas está a tcheca Czech Airlines. No site da empresa, há como simular alguns percursos.

Dicas importantes para quem quer viajar:

Visto
Antes de embarcar, é bom estar atento às exigências do visto de cada país, para evitar ser barrado no aeroporto. Uma dica é fazer uma lista com todos os países que pretende visitar e pesquisar todos os requisitos antes de chegar. Em alguns lugares da Ásia, o visto é relativamente fácil e pode ser obtido no aeroporto ou nos países vizinhos que estejam na sua rota. Já em outros lugares, como Estados Unidos e Austrália, só entra no país com a autorização previamente adquirida.

Vacinas
É importante tomá-las com antecedência, pois algumas só têm efeito depois de 10 dias, como a da febre amarela. Já os de hepatite são tomados em doses espaçadas. Importante consultar ainda quais países exigem certificado de vacina

Documentos
Tenha sempre em mãos seu documento de identidade, passaporte (dentro da validade), e fotografias 3X4. Uma dica é escaneá-la e mandar para o seu e-mail. Em caso de roubo ou perda, fica mais fácil tirar uma cópia. Não deixe de fazer também uma carteira internacional de estudantes, pois além de documento de identificação ela dá descontos em vários estabelecimentos.

Mochila (ou mala)
Lembre-se: é você quem vai levar a sua mala ou mochila para todos os lados. Ou seja, quanto mais pesada, pior. Se for usar mala, prefira as anatômicas e com rodinhas.

Albergue
Alguns albergues funcionam através de associações, como a Hostelling International do Albergue da Juventude, que abrange mais de quatro mil unidades em 70 países. Para se hospedar, tem que se associar e fazer reservas. Outros albergues autônomos só exigem reserva antecipada. Uma dica é consultar o site da Federação Brasileira de Albergues da Juventude:
www.hostel.org.br.

 

 



publicado por www.youtube.com/malgatodemateus às 10:20
link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 7 de Junho de 2009
EDIÇÃO Nº.- 100 ÚLTIMO DA SEGUNDA VOLTA AO MUNDO DE GENUÍNO MADRUGA - COMUNICAÇÕES VIA RADIOAMADOR DURANTE A SEGUNDA VOLTA AO MUNDO DE GENUÍNO MADRUGA (CU7AX)

 

 

 

O programa de rádio POR TODO O MUNDO - NA ROTA DOS AVENTUREIROS deste  sábado, dia 20 de Junho do ano 2009, é realizado a partir da Rádio Antena 9, na  cidade da Horta, ilha do Faial, e será o último de uma série que se  prolongou por 22 meses e atinge este fim-de-semana o número total de  100. Concluiu-se, entretanto, nesta emissão o balanço da viagem de  circum-navegação de Genuíno Madruga, com a presença do próprio  navegador em estúdio, sendo escalpelizada a travessia do Oceano Índico 
e a subida do Altântico. Na mesa redonda de perguntas ao velejador  solitário picoense/açoriano sobre a sua aventura vão estar o  jornalista Souto Gonçalves, da Antena 9 e do jornal local "Incentivo", 
e o "veterano" da comunicação social açoriana Antero Gonçalves. Nesta  EMISSÃO ESPECIAL vai também falar-se da agenda de Genuíno para os  próximos tempos e das homenagens já aprazadas para prestação de  tributo ao skipper do veleiro "Hemingway". Pode acompanhar o espaço  radiofónico através das Emissões ON-LINE, nomeadamente nos endereços 
www.radiomontanha.pt.to, www.radiolumena.com ou, igualmente, em  www.radios.pt, seguindo a pesquisa AÇORES e RÁDIO ANTENA NOVE, RÁDIO 
GRACIOSA, RÁDIO LUMENA ou RÁDIO CLUBE ASAS DO ATLÂNTICO (e clicando,  por fim, sobre o ícone com o símbolo dos auscultadores, à direita da  ficha daquelas estações emissoras).

http://www.ariss.net/cgi-bin/msg.cgi?call=PU2LGR

 

       CU7AX  PU2LGR  06/02 20:57:43z  Reply Grande Mestre dos Mares, Ass PAPI
CU7AX  PU2LGR  06/02 20:56:05z  Reply Boa Noite Grande Velejador
CU7AX  PU2LGR  05/11 12:50:31z  Reply treminava em 30-05-2009 tudo atrassado...73 CU7AM
PU2PYC  PU2LGR  05/10 20:45:54z  Reply ok! a vontade.{47
PU2LGR  PU2PYC  05/10 20:45:28z  Send another estou sim,aqui no mato e tudo via radio,por um lado e legal{05
PU2LGR  PU2PYC  05/10 20:31:58z  Send another vou sair um instante e volto depois{04
PU2PYC  PU2LGR  05/10 20:30:28z  Reply Blz, ta uma correria danada! Ta via radio ai?{46
PU2LGR  PU2PYC  05/10 20:28:31z  Send another Opa,assim que possivel estarei por la{03
PU2PYC  PU2LGR  05/10 20:26:37z  Reply tudo otimo! espero que contigo tb. To aguardando aquele suco denovo{45
PU2LGR  PU2PYC  05/10 20:24:21z  Send another Alo macanudo,tudo bem por ai?tenha um bom final de domingo...73{02
PU2LGR  PU2MEE-7  05/08 21:51:55z  Send another boa noite,estou no qth....73{01



publicado por www.youtube.com/malgatodemateus às 13:00
link do post | comentar | favorito
|

VELEIROS PARA VENDA http://www.veleiro.net/classificados/index.htm

ATÉ 22 PÉS

 

 Holder 12'

  • Veleiro monotipo de 12 pés

  • Estado geral bom

  • Barco com carreta rodoviária ano 1985

  • Localizado em Itajaí - SC

Preço: R$ 4.000

Mais Informações: Eder de Bittencourt ( eder@itacorda.com.br )  ou tel.: 47 3346-2411 e 47 9101-2051

 

 Holder 12'

  • Veleiro monotipo de 12 pés

  • Estado geral muito bom

  • Casco azul aquaterra, vela colorida

  • Mastreação completa, todos os cabos, lona de cobertura

  • Extensão e cana de leme importadas, leme e bolina de fibra

  • Carreta de encalhe em alumínio em ótimo estado de conservação

  • Localizado na Represa de Guarapiranga - SP

Preço: R$ 2.400

Mais Informações: Eduardo Galetti ( egaletti@uol.com.br )  ou tel residencial: 11 9936-7839 e comercial: 11 3888-8409

 

 Magnun 422

  • Barco em excelente estado pronto para navegar! Tripulação ideal 2 adultos e uma criança. Vela nova, mastro em perfeito estado com uma ponteira reserva extra, bolina, leme, moitão, cabeamento novos, capas independentes acolchoadas para guardar cada uma das partes da embarcação, carreta de encalhe + uma carreta rodoviária documentada, lona para cobertura, pintura do casco nova

  • Ano de fabricação: 2000

  • Localizado em Maresias - SP

Preço: R$ 4.000

Mais Informações: André Torrente ( andrelabalinesa@bol.com.br ) ou tel_residencial: 11 3969-1700, tel_comercial: 11 2203-7258 e celular: 11 9970-3066

 

 Dingue

  • Veleiro monotipo de 14 pés fabricado em fibra de vidro pelo estaleiro Holos do RJ

  • Ano de fabricação: 2005

  • Estado geral muito bom

  • Localizado na represa Guarapiranga - SP na Dick Sail

Preço: R$ 8.000

Mais Informações: Richard Andersen dicksail@uol.com.br ) ou tel. 11 5042-3315 (res), 11 3535-1603 (com) e celular: 11 9935-3014

 

 Classe 470 Internacional

  • Veleiro monotipo de 4,7 metros fabricado em fibra de vidro pelo estaleiro Mariner do RS

  • Ano de fabricação: 1985

  • Estado geral muito bom

  • Jogo de velas para treino (mestra, buja e balão)

  • Mastro, retranca e pau de spi em ótimas condições

  • Carreta de encalhe, trapézio, fralda, capa de convés.

  • Equipado com Harken, Nautos, Ronstan, Marlow, e dois bailers

  • É o barco para quem quer se iniciar na classe

  • Localizado no Aratu Iate Clube em Salvador - BA

Preço: R$ 6.500

Mais Informações: Paulo Cabral ( paulocabral@uol.com.br  )  ou tels.: 71-3272-6738 (Res) ;  71-3632-8517 (Com) ; 71-9142-1109 (Cel)

 

 Classic  16'

  • Veleiro de 16 pés fabricado pelo estaleiro Thop

  • Ano de fabricação: 2007

  • Estado geral excelente

  • Vela grande e genoa

  • Veleiro novinho 2007, perfeito para velejadas de laser em mares abrigados, capacidade para 6 pessoas, todo equipado, velas novas: suporte de motor, motor 3.3HP com 6 horas de uso, capas (barco e mastro), escada de popa, adriças para grande e buja, rizo no grande, equipamento de salvatagem completo para 6 pessoas, anemômetro e profundímetro manuais, ferro 5Kg, amarra 50 m, alças e cunhos, porta copos, bomba de fundo, remos, croque. Único dono

  • Demais características e informações sobre preços na fábrica do barco sem os acessórios relacionados, no site www.thop.com.br

  • Localizado no Rio de Janeiro

Preço: R$ 17.000

Mais Informações: Helio Secco ( hsecco@compuland.com.br ) ou tel.: 24 2245-3226 e celular: 21 8802-3165

 

Day Sailer

  • Veleiro de 4,98 metros em fibra de vidro fabricado em 1978 pelo estaleiro Mariner do Rio Grande do Sul

  • Estado geral bom

  • Vela grande e genoa

  • Mastro dobrável original

  • Carreta

  • Localizado em São Paulo - SP

Preço: R$ 6.000

Mais Informações: Petrucci ( promarc@promarc.com.br ) ou tel.: 11 5572-0325 (Res) e 11 8582-0740 (Cel)

 

 Ness Boat de 5 metros

  • Veleiro de 5 metros impecavelmente construído de forma amadora pelo seu atual proprietário

  • Desenho de Iain Oughtred (Escócia)

  • Casco Trincado de mogno laminado

  • Boca de 1,57 metros; Peso de 100 kg

  • Área vélica de 9,48 m2

  • Bolina de aço inox e outra de mogno laminado

  • Mastro de cedro laminado

  • Carreta rodoviária nova

  • Localizado no Rio de Janeiro

  • Preço: R$ 20.000

Mais informações com o proprietário: Charles Watson

 

 Microtonner 19'

  • Veleiro de 19 pés em fibra de vidro fabricado pelo estaleiro Mariner do Rio Grande do Sul

  • Ano de fabricação: 1989

  • Estado geral excelente

  • Vela grande, genoa e balão

  • o barco esta impecável, casco no gel original com velas em ótimo estado, os cabos foram todos mudados em 12/07 o leme está novo, fusis e estais foram trocados 11/07, carrinhos da genoa novos

  • Parte elétrica funcionando. Ele se encontra no seco e possui carreta rodoviária. Quem quiser fotos é só pedir que eu mando por e-mail

  • Localizado em Niterói - RJ

Preço: R$ 20.000

Mais Informações: Yuri Andrade ( yurifandrade@gmail.com ) ou tel.: 21 2610-7104 e celular: 21 9803-0541

 

 Microtonner 19'

  • Veleiro de 19 pés em fibra de vidro fabricado pelo estaleiro Mariner do Rio Grande do Sul

  • Estado geral bom

  • Vela grande e duas genoas

  • Motor de popa Evinrude de 4 HP

  • Localizado em Porto Alegre - RS

Preço: R$ 15.500

Mais Informações: Julian Ricardo Mayer ( ju.mayer@gmail.com )

 

 Bruma 19'

  • Veleiro de 19 pés em fibra de vidro fabricado em 1986

  • Estado geral muito bom

  • 2 Velas grandes, duas genoas, gennaker e balão

  • Enrolador de genoa Alado

  • Carreta de encalhe nova com rodas de liga leve

  • VHF e Eco

  • Localizado no Iate Clube da Paraíba

  • Outros itens vendidos a parte: Piloto automático Simrad TP32 - R$ 3.000,00 e Motor Yamaha 15HP - R$ 4.900,00

Preço: R$ 21.000

Mais Informações: João Carlos Pereira ( capitaodeareia@gmail.com )

 

 Lightning

  • Veleiro monotipo de 19 pés em madeira

  • Estado geral excelente

  • Vela grande, balão e buja marca North Sails

Preço: R$ 8.500

Mais Informações: Manuel ( mantoncorreia@gmail.com ) ou tel celular: 11 9565-8996

 

 Delta 21'

  • Veleiro de 21 pés em fibra de vidro fabricado em 1992 pelo estaleiro Delta

  • Estado geral muito bom

  • Vela grande, 3 genoas e balão marca Sobstad

  • Enrolador Nautec

  • Speed e Eco

  • Motor de popa Mercury de 5 HP de rabeta longa

  • Guardado em seco

  • Aceita Snipe, Laser ou Dingue (somente em bom estado) como parte do pagto

Preço: R$ 35.000

Mais Informações: Ronaldo ( ronaldo.ap@brturbo.com.br ) ou tel.: 48 3348-2060 e celular: 48 9983-8864

 

 Ranger 22'

  • Veleiro de 22 pés em fibra de vidro fabricado em 1978 pelo estaleiro Mariner do Rio Grande do Sul

  • Projeto Gary Mull

  • Estado geral bom (forração interna necessita reparo)

  • 2 Velas grandes, 3 genoas e balão

  • Enrolador Nautec

  • VHF e Eco

  • Motor de popa Johnson de 15 HP

  • Localizado no Clube Náutico de Tapes - RS

Preço: R$ 25.500

Mais Informações: Fábio Raphaelli ( carenraphaelli@terra.com.br ) ou tel.: 51 3672-2383 (Res) / 51 3672-3248 (Com) / 51 9707-6774 (Cel)

 

 Ranger 22'

  • Veleiro de 22 pés em fibra de vidro fabricado em 1980 pelo estaleiro Mariner do Rio Grande do Sul

  • Projeto Gary Mull

  • Estado geral bom

  • Velas grande, genoa, gennaker e balão

  • Enrolador Nautec

  • VHF

  • Motor de popa Honda de 10 HP

  • Localizado no Iate clube de São Lourenço do Sul - RS

Preço: R$ 25.000

Mais Informações: Guilherme Avila ( boysls@hotmail.com ) ou tel.celular: 53 9164-5371

 



publicado por www.youtube.com/malgatodemateus às 11:30
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

VOLTA AO MUNDO CAPITÃO MARCOS TADEU

 

 

VOLTA AO MUNDO

CAPITÃO MARCOS TADEU

http://www.veleiro.net/marcos/

A viagem de volta ao mundo durou cerca de dez anos. Iniciada em outubro de 1985, em Niterói Rio de Janeiro, terminou em abril de 1996, em Vitória Espírito Santo, lá onde eu avistei o mar pela primeira vez.

Foram aproximadamente 39.500 milhas percorridas, 141 locais visitados em 28 paises.

A tripulação básica contou com Solange Fiuza, arquiteta, do Rio de Janeiro, minha companheira de muitas viagens, que no final ficou impedida de fazer longas travessia por problemas de saúde. Vários amigos nos visitaram e acompanharam em diferentes trechos e fiz até uma travessia solo, entre as ilhas Seychelhes e Madagascar no oceano Indico.

O percurso foi mais ou menos clássico: Subida ao longo da costa brasileira com escalas em vários portos, tempo que aproveitamos para ganhar experiência nesse tipo de vida com outros navegantes e preparar o barco, sempre seguindo adiante.

As ilhas do sul do Caribe... depois a Venezuela, Bonaire, Curaçao e Aruba, e bem rápido ( todo veleiro anda rápido nesta área cheia de vento) ao Panamá, onde cruzamos o canal em 1987.

No oceano Pacifico, as ilhas Perlas no Panamá foram uma parada estratégica para treinar bem a navegação pelo sol, com o sextante, já que a navegação eletrônica dava seus primeiros passos na época. Assim, depois de conseguir “achar” as ilhas Galápagos, rumamos para as ilhas Marquesas na primeira grande travessia: Cerca de 3000 milhas de deserto liquido azul.

Nas Marquesas visitamos quase todas as ilhas, entre elas Fatu Haiva onde Thor Heyerdal escreveu seu famoso “expedição Kontiki”, e Hiva Hoa onde visitamos o tumulo de Paul Gougin que tem ao lado o de Jacques Brel, famoso cantor belga que em cuja lapide pede a todo passarinho que ai pouse, que cante para ele a sua mais bela canção. Emoções a parte sempre procurei traçar o meu rumo no rastro de um bom livro.

Thaiti no mês de Julho foi uma grande festa e o charme se Moorea, Huahine, Raiatea e Bora-Bora é algo que um velejador de mar azul não pode perder.

Em Aitutaki, nas ilhas Cook, um paraíso mais a oeste, quase perdemos o Jamaxim numa entrada mal planejada da passagem entre o mar e o lagoon. Tivemos sorte como em outras vezes...

Em novembro de 1997 depois de um mês percorrendo o arquipélago de Tonga rumamos, como o fazem os outros veleiros, para o sul, saindo da rota dos furacões. Essa é uma travessia em que as condições meteorológicas podem se complicar  e costuma ser palco de vários dramas que custaram a vida de bons navegadores inclusive a de alguns amigos. Tivemos a nossa cota de mau tempo, mas “Moana” nos deixou passar para conhecer o belo país que é a Nova Zelândia. Gostamos muito e ficamos um ano e meio. Fizemos bons amigos, trabalhamos e equipamos o barco. Tem certos lugares em que fica difícil de partir, as raízes crescem rápido...

Mas em Abril de 1989 “Jamanxim” partia para ilhas Fiji com motor e balsa salva vidas novos, navegação eletrônica, etc. Um outro barco!

Um livro inteiro poderia ser escrito sobre a vida selvagem exótica dos arquipélagos do SW do Pacifico, e os mergulhos e caçadas submarinas foram como nos livros. Depois então das ilhas Vanuatu e Nova Caledonia, Brisbane na Austrália foi nosso porto de entrada para a fantástica barreira de corais.

Amarramos o barco no rio, bem no centro desta bela cidade e passamos a viver a vida urbana local. Aproveitamos para trabalhar e reforçar a caixa de bordo ($). Ir ao cinema, museus, festas e viver a vida apressada, “sujar” o pulmão nos engarrafamentos, só para ter motivo de sobra para continuar navegando.

A costa australiana é enorme, selvagem e bela. Levamos todo ano pra chegar a Darwin antes de mergulharmos no fascinante sudeste Asiático, que nos engoliu pelos quatro anos e meio seguintes.

As ilhas da Indonésia: Timor, Flôres, Lombok, Komodo, Bali, Java e Sumatra... a adrenalina flui, há perigos para um casal no seu velerinho, mas isso não e para aqueles que não gostam de se arrepiar. E de repente... a ultra tecnológica Singapura, boa para conseguir aquela ultima novidade em equipamento eletrônico, pegar a correspondência ( eram os tempos pré-e-mails) ou, ir ao médico. No estreito de Malaca, navegando entre Malásia e Thailandia na monção de NE ou quietinhos rio acima durante a monção de SW, é preciso talvez um tsunami para se abandonar o local. O vento soprando da terra, a água quente e clara, praias de cinema, comida ótima, povo simpático de cultura muito interessante e europeus mochileiros, querendo embarcar para ver tudo isso, explicam o porque de tão longa escala.

Mas o navegador de mar azul quer sempre saber daquelas ilhas mais alem do horizonte, sente a repetição de tudo depois de duas temporadas em um lugar e quer “conquistar” seu caminho negociando dia e noite com Eolo, Netuno, Moana ou Yemanjá.

Vamos, que ainda faltam no mínimo dois oceanos para acabar o mundo!

Após uma travessia complicada da parte leste do Indico devido ao ciclone “Marlene”, retardatário e semi-estacionário, passamos (eu e um casal de jovens holandeses) todo um mês no atol de Chagos. São mil milhas do próximo supermercado, carros ou dos famigerados birôs de imigração. É preciso pescar o peixe e fazer o seu pão de cada dia. Para encontrar estes coqueiros tive que desempoeirar o sextante já que o GPS (Panasonic) não funcionou.

A passagem até a capital das ilhas Seycheles foi tranqüila e aí desembarcaram os holandeses.

Na primeira noite da minha travessia solo, até Madagascar, estourou o estai, e a genoa panejava horizontal lá no topo do mastro! Um estai largável improvisado um pouco antes da partida salvou o mastro.

Voltei para reparar e fiz então uma das mais interessantes passagens de toda a viagem.

No NW do Madagascar, um lugar chamado Nosy-Bé: Outro canto do mundo que deu vontade de ficar. Natureza intacta! Turismo incipiente. Como estará Hoje? Fiquei alguns meses, fiz viagens de ida e volta até aos arquipélago das ilhas Comoras,  transportando gente e rum, antes de seguir para o continente africano onde aterramos em Pemba, norte de Moçambique. O país recuperava-se lentamente de uma longa guerra e o navegador não pode esperar que a sinalização náutica esteja funcionando. Experiência ajudou, o cartão da sorte foi usado e também a paciência, para 32 horas em capa  contra um SW, antes de Richard`s Bay, na África do Sul.

Demoramos uns três meses para negociar a passagem da costa leste até Cape Town, afinal  todos devem saber das famosas ondas anômalas que podem ocorrer ao sul de Durban, e também porque no país tem muito o que se ver e o navegante é muito bem recebido.

Tive um tripulante francês e um outro suíço para atravessar o Atlântico Sul. Foram trinta dias até Vitória, Espírito Santo, onde chegamos em 10 de abril 1996.

Nas primeiras semana após a chegada foi difícil me segurar para não continuar só viajando. Afinal e tão mais simples e objetiva está vida do que viver em terra...

FONTE: http://www.veleiro.net/marcos/



publicado por www.youtube.com/malgatodemateus às 11:14
link do post | comentar | favorito
|

DESAPARECEU
pesquisar
 
Março 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


posts recentes

Atenção às erupções solar...

GENUÍNO ALEXANDRE GOULART...

JESSICA WATSON AUSTRALIAN...

PRIMEIRO ANIVERSÁRIO DA C...

PRIMEIRO ANIVERSÁRIO DA C...

RÁDIO NACIONAL - RÁDIO PÚ...

COMO DAR A VOLTA AO MUNDO...

EDIÇÃO Nº.- 100 ÚLTIMO DA...

VELEIROS PARA VENDA http:...

VOLTA AO MUNDO CAPITÃO MA...

arquivos

Março 2015

Maio 2011

Junho 2010

Agosto 2009

Junho 2009

Maio 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Hora dos Açores
CONTADOR DE VISITAS E PAISES

blogs SAPO
subscrever feeds

RSSPosts

RSSComentários